Conheça todas as partes do skate

Partes do skate, veja quais são e como escolher

As partes do skate são compostas por seis acessórios principais. Logo, um skatista de verdade conhece todas elas, bem como suas características e funcionalidades. Além disso, quem quer montar o seu, precisa comprar as peças separadas.

Na dúvida de qual escolher, afinal você quer criar manobras incríveis com elas, acompanhe esse texto. A fim de entender um pouco sobre cada elemento que compõe essa prancha com rodas. Enfim, confira todos os detalhes a seguir.

Conheça as principais partes do skate

Só os grandes skatistas entendem bem como funciona cada peça na hora da montagem. Elas são fundamentais para o bom desempenho do usuário. Então, se você adora esse esporte, mas não sabe muito sobre seus componentes, não se preocupe.

Ao conhecer cada um deles, veja qual é a escolha ideal do produto. Dessa forma, você terá um skate de qualidade. Com o intuito de aproveitar as melhores pistas da sua cidade com mais segurança e confiança.

Shape

É a tábua que é usada como base para as performances sobre rodas. Assim, ela é toda laminada e composta por uma madeira leve e resistente. 

Os tipos variam: uns com pouca ou muita inclinação. Enquanto outros são muito ou pouco largos. Dessa maneira, a escolha depende do:

  • Físico do atleta;
  • O espaço dos pés;
  • E a manobra que quer realizar.

A parte dianteira é chamada de nose, por outro lado, a traseira é o tail. Por fim, a tábua possui uma curvatura, que pode ser de acordo com o corte que você preferir.

Partes do skate: como escolher a ideal

O tamanho vai depender da área onde você vai andar. Mas, em geral, eles costumam medir 84 centímetros ou 33 polegadas. Já os shapes de street são até menores do que isso. 

Já os cruisers chegam a até 89 centímetros (35 polegadas). Esses são como os longboard, só que menos volumosos, mais leves.

Outro fator que influencia na decisão é a altura do skatista. Com certeza, isso é importante devido ao centro de gravidade. Então, quanto mais baixo for o atleta, menor o shape. Por outro lado, a largura varia entre 19 e 21 centímetros. 

Quanto maior o shape, mais estável e mais equilíbrio você vai ter durante as manobras. Quanto mais estreito, melhor para as performances de street e variações de flip.

Skate Street
Skate Street

Partes do skate: trucks

Eles são os eixos onde todos os componentes do skate se encaixam. Por exemplo, as rodas, rolamentos e amortecedor. Aliás, esse último é responsável por amenizar o impacto durante os saltos.

O material do truck, em geral, é de alumínio. No entanto, há outros tipos compostos de plástico ou poliuretano. As rodinhas de skate são feitas desse material.

Essa peça é essencial para manter o bom funcionamento dessa prancha. Afinal, é o truck que proporciona estabilidade, já que liga as rodas ao shape. Além disso, é o acessório que mais aguenta o peso do skatista. Então, ela precisa ser forte e bem resistente.

A melhor escolha vai depender da sua modalidade. Porque cada um é ideal a determinada categoria. Também fique atento ao tamanho, eles são em milímetros e devem ser compatíveis com os shapes. 

Partes do skate: rodinhas

Os tipos, marcas e tamanhos são diversos. Logo, esse segundo é muito importante, porque rodas maiores são mais estáveis. Mas, são menos rápidas. Dessa forma, é mais recomendada para quem está aprendendo o esporte agora.

Já as rodas de skate menores são mais velozes. No entanto, perdem a velocidade mais depressa e são mais instáveis. Por isso, são mais indicados onde o chão é liso.

Outro critério para ser observado é a maciez, que interfere na velocidade, desgaste e no deslize. Em geral, as mais comuns são de 100A. Quanto menor for esse número, mais macia a rodinha será.

Dicas para boas partes do skate

Confira a seguir as opções de tamanho e dureza para cada modalidade.

Pelo tamanho

  • 52mm a 55mm: ideal para andar na rua, bowls ou skateparks;
  • 56mm a 60mm: para skatistas mais altos que andam em half-pipes, skateparks, etc;
  • Acima de 60mm: indicado para longboard e andar em ladeiras e estradas de terra.

Pela dureza

  • 87A: ideal para skates largos (cruiser), em pisos irregulares e ladeiras;
  • 95A: mais indicado para andar na rua, dá mais estabilidade em áreas pouco planas;
  • 97A: é bom para qualquer superfície lisa, como nos skateparks, rampas e bowls;
  • 100A: são muito duras e possuem pouca aderência, ideal para atletas experientes.

Rolamentos são uma das partes do skate

Cada prancha sobre rodas tem 8 rolamentos, 2 em cada rodinha. Dessa forma, eles são anéis de metal com 6 a 8 bolinhas dentro. Além disso, são protegidas por um par de discos finos feitos de alumínio. 

Entre um acessório desse e outro há a alternativa de utilizar um espaçador. Ou seja, uma pequena peça que mantém uma distância entre os rolamentos. Com o intuito de evitar a perda da velocidade. Bem como, desgaste de modo desigual nas rodas.

Dicas de como escolher

A ABEC classifica os rolamentos de 1 a 9, segundo a velocidade de rotação. Para quem está se aventurando no esporte agora, é melhor escolher os menores. Pois, os números mais altos, são os mais velozes.

Parafusos: partes do skate

São eles que fixam os acessórios no skate. Assim, cada truck precisa de 4 parafusos. Logo, 10 no total, contando com 2 centrais do truck.

Ferramentas para montar seu skate

Como são muitas peças, é necessário ter tudo direito para montar o seu. Dessa maneira, você vai precisar de:

  • Chave especial em T para skate: é o básico, tem três entradas;
  • Chaves tamanho 8(truck base), 13 (rodinhas) 15(truck central)
  • Removedor de rodas: para tirar as rodinhas e demais plugues;
  • Chave Allen: para ajustar os parafusos de base.
Ferramentas para Skate

Partes do skate: lixa auto adesiva

Ela fica sobre o shape. Com isso, o atrito entre ele e o calçado é maior. Por isso, é possível fazer performances de modo que o sapato não deslize por acidente. Em geral, é feito de aço, por precisar ser uma peça de mais resistência. 

3 dicas para escolher partes do skate

Há três elementos essenciais ao optar por um skate. Primeiro, você deve analisar o tamanho. Isso é definido de acordo com o tipo de aventura que mais te agrada. Por exemplo, andar na rua, em ladeiras e etc.

A segunda é o tipo de material. Afinal, precisa ser de boa qualidade e de acordo com a peça. 

Outro critério importante é o material do truck, que precisa ser de alumínio. Tanto para maior estabilidade quanto para durabilidade. Com o skate montado, aí é só curtir e ousar nas manobras.

Foto: Criança foto criado por freepik